Situação indígena é tema do Educando para a Diversidade

XINGU 7 MATO GROSSO 22.07.2007 OE CADERNO 2 VARIEDADES 09h03 Aldeia Kwikuro no Parque Nacional do Xingu recebe visita de equipe de jornalistas da Tv Cultura e outros veículos convidados para apresentar aos indigenas documentário feito pelo jornalista Washington Novaes e assistir a videos produzidos pelos próprios índios. Os indigenas fizeram diversas apresentações de dança para os visitantes. Na foto apresentação da dança do papagaio. FOTO TIAGO QUEIROZ/AE

TV Unesp – No Brasil, vivem mais de 800 mil indígenas, de 305 etnias diferentes

A última edição do programa “Educando para a Diversidade”, da TV Unesp, tratou da situação dos indígenas no Brasil e também do papel do ensino e, por consequência, da universidade na inclusão e formação dos indígenas e na melhoria do entendimento da sociedade frente às causas ligadas a esses povos. No Brasil vivem mais de 800 mil indígenas, de 305 etnias diferentes.

Nesse cenário, uma vasta cultura é reduzida a estereótipos que reforçam os preconceitos em relação a essa população.

Para dialogar sobre as principais questões que permeiam os indígenas, participaram da edição dois doutores em ciências sociais: da Unesp em Araraquara, o professor Edmundo Peggion; do câmpus Araçatuba, o professor Wilson Galhego Garcia; participou também o doutor em antropologia e pós-doutor pela Universidade de Oxford Edgar Teodoro da Cunha, docente da Unesp em Araraquara.

Essa é a nona edição de um total de dez episódios da primeira temporada do programa “Educando para a Diversidade”, um projeto que faz parte da Política Institucional de Enfrentamento à Violência e pela Cultura de Paz da Universidade Estadual Paulista, apoiada pelo Convênio Unesp/Santander.

O Educando para a Diversidade tem como objetivo fomentar discussões para a construção de uma sociedade mais empática.

As edições anteriores do programa estão disponíveis no canal da TV Unesp no YouTube.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta