Publicitário ataca nordestinos, mas esquece que seus chefes são baianos

Pragmatismo Político – Depois de proclamado o resultado do 1º turno da eleição presidencial, publicitário foi às redes sociais xingar o povo nordestino. No entanto, ele esqueceu que os donos da agência em que ele trabalha são baianos. Em nota, a empresa comunicou o seu afastamento.

“Nordeste vota em peso no PT. Depois vem pro Sul e Sudeste procurar emprego! Se liga aí Nordeste!!!”.

A frase acima foi publicada pelo publicitário José Boralli na noite deste domingo (7). O homem estava furioso porque Jair Bolsonaro (PSL) não venceu a eleição no 1º turno e decidiu culpar os nordestinos.

Boralli é diretor de negócios da agência Africa. Ao atacar o povo nordestino, o homem se esqueceu que os seus chefes são baianos.

Nesta segunda-feira (8), a empresa emitiu um comunicado afirmando que “um funcionário da Africa postou um comentário infeliz e preconceituoso” e que a empresa “tomará as medidas cabíveis em relação a esse caso, que fere o código de conduta”. À tarde, Boralli já não compareceu aos compromissos na agência.

Sergio Gordilho, copresidente da empresa e Nizan Guanaes, fundador, são nascidos na Bahia. Na nota, a agência acrescenta:

“Nascemos da diversidade. Acreditamos nela e a defendemos, acima de tudo. Não respeitá-la seria arranhar nossa biografia e nossos RGs, na maioria nordestinos. O comentário desse funcionário não coincide com nossa crença, não está à altura da nossa história”.

O comunicado encerra dizendo: “Continuaremos vigilantes em relação a qualquer atitude, seja ela de quem for ou onde for, que venha a ferir os nossos valores”.

Pedido de desculpas

José Boralli divulgou um pedido de desculpas após a repercussão do seu post preconceituoso.

“Fiz um post no calor do momento e peço sinceras desculpas a todos que se sentiram ofendidos. Não reflete minha opinião”, disse.

“Eu errei. Peço desculpas. Em especial aos nordestinos, tantos com que eu inclusive trabalho, minha eterna admiração e respeito”, encerrou o publicitário.

José Boralli não foi único que atacou nordestinos após o domingo de eleição. Milhares de mensagens preconceituosas foram registradas. Veja algumas aqui.

Publicitário ataca nordestinos, mas esquece que seus chefes são baianos

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta