Pais esquecem que filhos não entendem o mundo como adultos

ROSELY SAYÃO – Conversar com os filhos é uma atividade muito desejada pelos pais. Como nunca antes, o relacionamento estreito com os filhos e a abertura para que eles participem do que acontece na família tornaram-se ideais buscados com tenacidade pelos pais. Por trás desses elementos, há, quase sempre, a vontade de ter filhos felizes.

Nessa procura de diálogo constante com os filhos e de muita proximidade com eles, os pais, entretanto, esbarram em alguns pontos que podem atrapalhar o
desenvolvimento das crianças.

A primeira questão que se coloca é a dificuldade que têm enfrentado de entender melhor o que significa ser criança. Num mundo jovial como o nosso, parece que todos já nascem jovens, ou seja, prontos para diálogos quase horizontalizados. Vou citar alguns exemplos para que você, leitor, perceba que muitas vezes conversamos com crianças como se elas já tivessem condições de agir e de entender o mundo como nós, adultos.

http://m.folha.uol.com.br/colunas/roselysayao/2017/03/1868287-pais-esquecem-que-filhos-nao-entendem-o-mundo-como-adultos.shtml

Be the first to comment

Deixe uma resposta