Edição 232 – Editorial e Sumário

Interino por longos anos

20 JULHO 2016

O governo é interino, mas suas medidas na economia e em programas estruturais podem deixar o Brasil de joelhos por muitos e muitos anos. Com a voracidade e desfaçatez de quem não tem compromisso com a vontade popular do voto, o governo interino remexe nas conquistas sociais, rompe diplomacias, muda os rumos e amarra a economia em movimentos de uma única direção: nada para o Brasil e os brasileiros, tudo para a elite econômica, seja a local ou a global. A reportagem de capa desta edição de Caros Amigos faz um exame das medidas-bomba do débil governo Temer que para alguns analistas podem engessar a administração por pelo menos vinte anos.

Para o filósofo Vladimir Safatle, entrevistado desta edição, além de reorientar a economia e a política dentro da visão neoliberal, o projeto dos golpistas é acabar de vez com eleições para presidente, que a direita nunca venceu jogando limpo. Mas mais que tentar implantar um parlamentarismo, por exemplo, o avanço desta direita rancorosa sobre qualquer tinta progressista coloca muitas outras questões, sobretudo o papel da esquerda e suas estratégias. Para Safatle, a esquerda no Brasil e no mundo todo precisa se reinventar e fazer uma profunda autocrítica.O  Governo é interino, mas suas medidas na economia e em programas estruturais podem deixar o Brasil de joelhos por muitos e muitos anos.

Com a voracidade e desfaçatez de quem não tem compromisso com a vontade popular do voto, o governo interino remexe nas conquistas sociais, rompe diplomacias, muda os rumos e amarra a economia em movimentos de uma única direção: nada para o Brasil e os brasileiros, tudo para a elite econômica, seja a local ou a global. A reportagem de capa desta edição de Caros Amigos faz um exame das medidas-bomba do débil governo Temer que para alguns analistas podem engessar a administração por pelo menos vinte anos.

Caros Amigos olha também para a eleição de São Paulo, uma disputa que envolve as ex-petistas Marta Suplicy e Luiza Erundina contra o petista Fernando Haddad. Para especialistas ouvidos na reportagem, a eleição pode ser decidida longe dos perfumes franceses de Higienópolis, na periferia. Ainda de eleição, a revista aborda o furacão Bernie Sanders que, ainda que não tenha chances de vencer, incendiou os Estados Unidos com seu “socialismo democrático” abrindo as portas para o debate político mais progressista, há muito trancado naquele País.

A edição traz ainda reportagens sobre o setor de energia e seus atuais mitos, como o da “energia limpa”, uma construção que esconde o jogo de interesses e briga capitalista pelo promissor mercado; e sobre o desmonte da área de pesquisa em ciência e tecnologia no Brasil, ao mesmo tempo que mostra o laboratório de luz síncrotron, em Campinas (SP), um projeto que surgiu do sonho de cientistas, e o primeiro acelerador de partículas da América do Sul.

A cineasta Tata Amaral, o fotógrafo Araquém Alcântara e Glauco também estão na  edição, este último com tirinhas e texto de seu ex-editor, Toninho Mendes. Tata revisita a ditadura através das memórias de um ator em seu novo filme e traça paralelos com o momento atual, enquanto Araquém presenteia nossos leitores com ensaio fotográfico sobre o Mais Médicos.

Boa leitura.

Clique e confira opções na loja virtual

REPORTAGENS 

Estados Unidos

10 – O respiro da esquerda – Por Eduardo Campos Lima

Eleições

19 – Erundina, Marta, Haddad: O PT em SP – Por Gisele Brito, Igor Carvalho e Sarah Fernandes

Capa

24 – O estrago Temer – Por Fania Rodrigues

Ciência 

29 – O futuro incerto – Por Marcelo Andriotti

Guerra

32 – Sob o mito da energia limpa – Por Lilian Primi

In Memorian

42 – Com Glauco – Por Antonio Mendes

ENTREVISTAS

13 – Vladimir Safatle: “Por uma autocrítica da esquerda” – Por Aray Nabuco, Lilian Primi, Lúcia Rodrigues e Nina Fideles

39 – Tata Amaral: Para que nunca mais aconteça – Por Lilian Primi

ARTIGOS E COLUNAS

06 – Frei Betto – Sobre Olimpíada e amizades

08 – Gilberto Felisberto Vasconcellos – Lumpenjornalismo da burguesia

09 – José Arbex Jr. – Brexit expõe o colapso da (des)ordem burguesa

18 – João Pedro Stédile – Uma longa luta nos espera!

41 – Mc Leonardo – A dúvida de Xexéo

43 – Gershon Knispel – Pampulha como exemplo II

SEÇÕES

06 – Falar Brasileiro – Por Marcos Bagno – Ao usurpador disenterino

07 – Tudo Tanto – Por Alexandre Matias – Música inquieta

12 – Pátria Grande – Por Reinaldo Iturriza López

36 – Ensaio fotográfico de Araquém Alcântara – O cuidar

38 – Perfil de Lima Barreto: O poeta dos desiguais – Por Laís Modelli

44 – Boteco Bolivariano – Por Cynara Menezes – A entressafra da esquerda

CHARGES

04 – Guto Lacaz

23 – Luiz Gê

46 – Claudius

——

http://carosamigos.com.br/index.php/edicao-atual/7373-edicao-232-editorial-e-sumario

.

Be the first to comment

Deixe uma resposta