“Tá metido com droga”: A quem serve a proibição dos entorpecentes?

A chamada “guerra às drogas” faz parte do plano genocida do Estado, que mantém uma “pretominância” nos índices de homicídio e encarceramento da população

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*