RESISTÊNCIA AO GOLPE SE AMPLIA

Os movimentos de resistência se alastram e prometem não se desmobilizar enquanto não for votado o pedido de impeachment na Câmara; nesta terça, haverá piquetes no aeroporto de Brasília para receber os deputados que voltam dos estados com gritos de “não vai ter golpe, vai ter luta”; em São Paulo começou a ocupação “permanente” da Praça do Patriarca por militantes da CUT, MST, MTST, CTB e outros movimentos sociais; no dia 31, manifestações em defesa da legalidade e contra o golpe devem acontecer em todos os estados

http://www.brasil247.com/   –   28 DE MARÇO DE 2016

.

:

.

O “barraco” na Câmara quando a OAB foi entregar seu oportunista pedido de impeachment foi só uma amostra do que está por vir.

Os movimentos de resistência se alastram e prometem não se desmobilizar enquanto não for votado o pedido de impeachment na Câmara.

Nesta terça, pela manhã haverá piquetes no aeroporto de Brasília para receber os deputados que voltam dos estados com gritos de “não vai ter golpe, vai ter luta”.

Em São Paulo começou nesta segunda-feira a ocupação “permanente” da Praça do Patriarca por militantes da CUT, MST, MTST, CTB e outros movimentos sociais. O acampamento da resistência ficará montado indefinidamente até à votação da comissão e depois no plenário.

No dia 31, quinta-feira, manifestações em defesa da legalidade e contra o golpe devem acontecer em todos os estados. Os organizadores esperam superar, em comparecimento, os protestos do dia 18 passado.

O ex-presidente Lula confirmou comparecimento ao ato de Brasília, na Esplanada dos Ministérios.

—–

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/222960/Resist%C3%AAncia-ao-golpe-se-amplia.htm

Não golpe

.

1 Comentário

Deixe uma resposta